El día miércoles, 12 de mayo de 2021

LAR DE JESUS

Entre os seis e sete anos de idade, começou a frequentar a escola. Encontrou lá uma excelente professora, que aconselhou sua mãe a mandá-la para o “Lar de Jesus” em Pergamino, atendido pelas Irmãs Gianellinas. Era uma escola gratuita para meninas pobres. Funcionava como um internato, no qual as meninas aprendiam a fazer as tarefas domésticas e a assumir a responsabilidade por uma família. Maria Angélica ingressou com sua irmã Aida, quando tinha nove anos.

Após a escola primária, ela estudou para ser "Mestra de Trabalhos". A instrução que recebeu foi básica e prática. Na escola ensinavam leitura e escrita, davam aulas de bordado, higiene, civilidade, cuidado. Maria Angélica dedicava-se com seriedade, mas também gostava de brincar, ajudar na cozinha, cantar etc.

 Ela era ainda estudante, mas já tinha determinadas tarefas de responsabilidade, como ajudar os pequeninos na oficina, enquanto as Irmãs estavam na igreja. Sua doçura, gentileza e compreensão incentivavam a comportar-se corretamente: todos ficavam felizes e imitavam seu exemplo.